Prestação de Contas

Convênio com Secretaria Municipal de Saúde de Piracicaba Nº 198/2016

Programa Saúde e Cidadania / Projetos Vivendo a Diversidade e Esquina da Noite

Validade: Setembro de 2016 a Setembro de 2017.

 

3º QUADRIMESTRE de 2016 (SETEMBRO A DEZEMBRO)

PROJETO VIVENDO A DIVERSIDADE

 

Objetivo Geral: Contribuir para a redução da epidemia das DST/Aids e Hepatites Virais entre a população de Gays, outros HSH (homens que fazem sexo com homens), travestis, transexuais, lésbicas, bissexuais; e também adolescentes e jovens, independente da sua orientação sexual e/ou identidade de gênero,proporcionando a redução de sua vulnerabilidade individual, social e institucional e da ampliação e garantia de um acesso de qualidade aos serviços da Rede de Saúde.

 

Objetivo específico 1: Promover a prevenção das DST/HIV/AIDS e Hepatites virais junto às populações de Gays, outros HSH (homens que fazem sexo com homens), travestis, transexuais, mulheres lésbicas e bissexuais, orientando quanto aos serviços disponíveis na Rede de Saúde Municipal, aos direitos sexuais e reprodutivos e às práticas de redução de danos.

 

Meta 1.1: Realizar 1.920 acessos, através de 96 incursões, sendo 8 incursões mensais, com duração de 1h30min em ruas, praças e avenidas, frequentadas pela população de gays e outros HSH.

Monitoramento da meta: foram realizados 259 acessos em 19 incursões.

 

Meta 1.2: Realizar 1.680 acessos, através de 24 incursões, sendo 2 incursões mensais com duração de 3h00 em espaços de bares, boates e sauna voltados ao público LGBT.

Monitoramento da meta: Foram realizados 407 acessos, sendo 6 incursões.

 

Meta 1.3: Realizar 420 acessos, através de 6 incursões, sendo 2 incursões por quadrimestre com duração de 3h00 em festas para o público GLS.

Monitoramento da meta: Foram realizados 645 acessos em 2 incursões

 

Meta 1.4: Realizar 10 oficinas de 1 hora cada para 10 funcionários (as) de bares, boates e saunas voltados ao público LGBT.

Monitoramento da meta: Foi realizada 1 oficina para 2 pessoas.

 

Meta 1.5: Realizar 11 encontros para a população LGBT, sendo 1 por mês com duração de 3 horas para 20 pessoas.

Monitoramento da meta: Foram realizados 6 encontros, com média de 20 participantes por encontro.

 

Objetivo especifico 2: Trabalhar com adolescentes e jovens a temática da sexualidade, com ações de promoção da saúde e prevenção das DST/HIV/Aids e Hepatites Virais, sensibilizando-os e instrumentalizando-os para serem agentes multiplicadores.

 

Meta 2.1: Realizar 32 encontros, sendo 4 por mês, com duração de 1h30 cada, para 30 adolescentes por encontro, em escolas estaduais.

Monitoramento da meta: Foram realizados 13 encontros, com média de 30 participantes.

 

Meta 2.2: Realizar 1.920 acessos para adolescentes e jovens, através de 4 incursões mensais, com duração de 2 horas cada,para orientações de prevenção as DST/HIV/Aids e Hepatites Virais e entrega de insumos de prevenção.

Monitoramento da meta: Foram realizados 318 acessos em 12 incursões.

 

Objetivo  específico 3: Inserir a discussão e o planejamento de ações de promoção da saúde e prevenção às DST/HIV/Aids e Hepatites Virais, com enfoque na juvenilização da epidemia de Aids, para equipes de profissionais da educação (formal e não-formal) e assistência social, que atuem com adolescentes e jovens, respeitando a livre manifestação da sexualidade, orientação sexual e identidade de gênero.

 

Meta 3.1: Realizar 8 encontros para sensibilizar e instrumentalizar 20 vice-diretoras da Diretoria Regional de Ensino – Região de Piracicaba – em módulos de 3 horas cada.

Monitoramento da meta: Foram realizados 2 encontros, com a média de 17 profissionais por encontro.

 

Meta 3.2: Realizar 1 seminário, com duração de 4 horas cada, para fomentar o debate e a interação de saberes e práticas de 160 profissionais de serviços públicos e instituições que desenvolvem ações nas áreas da educação, saúde, assistência social, esporte e cultura, que tenham como população alvo adolescentes e jovens.

Monitoramento da meta: O seminário foi realizado no mês de Agosto.

 

Meta 3.3 – Realizar 08 encontros para 40 profissionais da Proteção Básica da Rede de Assistência Social de Piracicaba (CRAS e Case), com média de 4 horas.

Monitoramento da meta: Foram realizados 2 encontros com o Departamento de Atenção Básica da Secretaria de Saúde de Piracicaba (DAB) com duração de 4h cada.

  

Objetivo Especifico 4: Promover e fomentar o comparecimento da população acessada pelo projeto aos serviços de saúde do município (CEDIC, CASAP, UBS, PSF, CRAB e UPA) e a oferta e disponibilização dos insumos de prevenção (preservativos masculinos nas larguras nominais de 49 mm, 52 mm, 55 mm, preservativos femininos e gel lubrificante em tubos e sachês para população LGBT e população de adolescentes e jovens acessados pelo projeto.

 

Meta 4.1: Possibilitar o comparecimento de 90% da população encaminhada ao CEDIC, CASAP, UBS, PSF, CRAB e UPA.

Monitoramento da meta: Não houve encaminhamentos neste período.

 

Meta 4.2: Entregar para as pessoas acessadas a quantia de 8.640 unidades de preservativo masculino de 49 mm, 59.760 unidades de preservativo masculino de 52 mm, 10.368 unidades de preservativo masculino de 55 mm, 2.640 unidades de preservativo feminino, 2.304 unidades de gel em tubo e 4.000 unidades de gel em sachê.

Monitoramento da meta: Foram entregues 546 unidades de preservativos de 49mm, 9.389 unidades de preservativos de 52mm, 670  unidades de preservativos de 55mm, 1.850 unidades de preservativos femininos, 373 tubos de gel e 1.291 sachês de gel.

  

Meta 4.3: Disponibilizar mensalmente 7.920 preservativos masculinos de 52 mm, 384 tubos de gel lubrificante e 2.000 sachês de gel lubrificante para bares, sauna, boates e festas GLS.

Monitoramento da meta: Foram entregues 19.466 unidades de preservativos de 52mm, 19 tubos de gel e 340 sachês de gel.

 

3º QUADRIMESTRE de 2016 (SETEMBRO A DEZEMBRO)

PROJETO ESQUINA DA NOITE

 

Objetivo Geral: Contribuir com a minimização da epidemia das DST, Aids e Hepatites Virais entre a população de profissionais do sexo (homens, mulheres cisgênero, transgênero – travestis e transexuais), através da redução de sua vulnerabilidade individual, social e institucional, ampliando e garantindo o acesso de qualidade aos serviços da Rede de Saúde.

 

Objetivo Específico 1: Promover a prevenção das DST/HIV/Aids e Hepatites virais junto à população de profissionais do sexo (homens, mulheres cisgênero, transgênero – travestis e transexuais), orientando quanto aos serviços disponíveis na Rede de Saúde Municipal, aos direitos sexuais e reprodutivos e a estratégia de redução de danos.

 

Meta 1.1: Realizar 360 acessos com profissionais do sexo mulheres cisgênero que atuam durante o dia, em 24 incursões no ano, com duração de 1 hora e 30 minutos no campo realizado quinzenalmente nas casas, hotéis, bares e praças e ruas da região central do Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 131 acessos com profissionais do sexo mulheres cisgênero e 1 acesso a população entorno 8 em incursões.

 

Meta  1.2: Realizar 1056 acessos com a população de travestis e transexuais profissionais do sexo em 108 incursões no ano, com duração de 2 horas, semanalmente nas casas onde residem.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 333 acessos com a população de travestis e transexuais profissionais do sexo, em 22 incursões neste quadrimestre.

 

Meta 1.3: Realizar 1155 acessos com a população de profissionais do sexo em 55 incursões no ano, com duração de 3 horas no campo realizado mensalmente nas casas de prostituição e boates de mulheres cisgênero.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 464 acessos com profissionais do sexo em casas de prostituição e 2 acessos a população entorno em 34  incursões.

 

Meta 1.4: Realizar 920 acessos com população de profissionais do sexo (Mulheres Cisgênero, Transgênero – Travestis e Transexuais e Homens) que atuam durante a noite, em 48 incursões no ano, realizado semanalmente em 3 horas, em ruas, bares e hotéis da região central do Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 327 acessos à população de profissionais do sexo que atuam durante a noite e 2 acessos a população entorno  em 16 incursões.

 

Meta 1.5: Realizar 720 acessos com população de profissionais do sexo (Mulheres Cisgênero, Transgênero – Travestis e Transexuais) que atuam durante a noite, em 48 incursões no ano, realizado semanalmente em 3 horas, em ruas, bares e hotéis na região norte do Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 53 acessos com a população de profissionais do sexo e 7 acessos a população entorno 11 em  incursões.

 

Meta 1.6: Realizar a distribuição de insumos de prevenção para estabelecimentos parceiros (bares, hotéis, pensões e pousadas) que tem a frequência de profissionais do sexo, em 132 incursões no ano, realizado semanalmente com duração de 1 hora.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 98 acessos a estabelecimentos parceiros em 41 incursões.

 

Objetivo Específico 2: Promover, através de grupos junto à população de profissionais do sexo, discussões, atividades de integração e fortalecimento do vínculo entre a respectiva população e os agentes de prevenção. Desta forma, instrumentalizando a população de profissionais do sexo na reivindicação pelos seus direitos enquanto cidadãos. Proporcionando o resgate da autoestima, valores pessoais, atividades diferenciadas, de maneira a trabalhar também a autonomia.

 

Meta 2.1: Realizar 5 encontros durante o ano para 15 profissionais do sexo mulheres cisgênero que atuam em casas, acessadas pelo projeto, com duração de 2 horas.

Monitoramento da Meta: Foi realizado 1 encontro para profissionais do sexo mulheres.

 

Meta 2.2: Realizar 12 encontros durante o ano para 25 profissionais do sexo travestis e transexuais, acessadas pelo projeto, com duração de 1h30.

Monitoramento da Meta: Foi realizado 1 encontro para profissionais do sexo travestis e transexuais.

 

Meta 2.3: Realizar 2 encontros durante o ano para 20 profissionais do sexo (Mulheres Cisgênero, Transgênero – Travestis, Transexuais) que atuam em ruas e não são acessadas em casas de prostituição, com duração de 2 horas.

Monitoramento da Meta: Não foram realizados encontros para profissionais do sexo que atuam em ruas.

 

Meta 2.4: Realizar 1 dia de atividade no mês de junho, para dar visibilidade ao dia Internacional da Profissional do Sexo, com duração de 4 horas, para 50 pessoas.

Monitoramento da Meta: A atividade não foi realizada no mês de junho.

 

Objetivo Específico 3: Promover e fomentar o comparecimento da população acessada pelo Projeto aos serviços de saúde do Município e outros serviços de necessidade da população (CRAB Vila Rezende e Vila Sônia, UBS Centro, Jupiá, Pauliceia*, Caxambu e Independência e aos PSF Santa Rita / Avencas, Santa Rosa I, São Francisco e Campestre, CEDIC, Serviço de Saúde Mental, Poupatempo e Defensoria Pública) e realizar a distribuição de insumos de prevenção (preservativos masculino de 3 larguras/diâmetros, preservativo feminino e gel lubrificante em tubo e sachê.

 

Meta 3.1: Atingir uma média de 90% de comparecimento da população de profissionais do sexo encaminhados às consultas e/ou tratamentos nos serviços de saúde e outros serviços no ano.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 38 encaminhamentos, sendo que destes, 14 compareceram aos serviços públicos do município, sendo estes, UPA Vila Resende, UBS Centro, CEDIC, Delegacia da Mulher, Cartório, CRAS 1 e Poupatempo Municipal e Estadual.

 

Meta 3.2: Disponibilizar a quantia de 1.440 unidades de preservativo masculino de 49 mm, 238.708 unidades de preservativo masculino de 52 mm, 19.008 unidades de preservativo masculino de 55 mm, 4.620 unidades de preservativo feminino, 4.620 unidades de gel em tubo e 2.640 unidades de gel em sachê.

Monitoramento da Meta: Foram distribuídos 69.875 unidades do preservativo masculino de 52 mm, 4.042 unidades do preservativo masculino de 55 mm, 642 unidades do preservativo masculino de 49 mm, 1.333 unidades do preservativo feminino, 1.243 unidades de gel tubo e 1.022 unidades de gel sachê.

 

1º QUADRIMESTRE 2017 (JANEIRO A ABRIL)

PROJETO VIVENDO A DIVERSIDADE

 

Objetivo Geral: Contribuir para a redução da epidemia das IST/AIDS e Hepatites Virais entre a população de gays, outros HSH (homens que fazem sexo com homens), travestis, transexuais, lésbicas e outras MSM (mulheres que fazem sexo com mulheres); e também adolescentes e jovens, independente da sua orientação sexual e/ou identidade de gênero, proporcionando a redução de sua vulnerabilidade individual, social e institucional e a ampliação e garantia de um acesso de qualidade aos serviços da Rede de Saúde.

 

Objetivo específico 1: Promover a prevenção das IST/AIDS e Hepatites Virais junto às populações de gays, outros HSH, travestis, transexuais, lésbicas e outras MSM, orientando sobre os serviços disponíveis na Rede de Saúde (serviços públicos ou privados da secretaria municipal e/ou estadual de saúde), e também sobre os direitos sexuais e reprodutivos e práticas de redução de danos.

 

Meta 1.1: Realizar 900 acessos, através de 60 incursões, com duração de 1h30min em ruas, praças, banheiros, parques e avenidas, frequentadas pela população de gays e outros HSH.

Monitoramento da meta: Foram realizados 155 acessos em 14 incursões.

 

Meta 1.2: Realizar 1.200 acessos, através de 24 incursões, com duração de 2h00 em bares, boates e festas com presença do público LGBT.

Monitoramento da meta: Foram realizados 625 acessos em 6 incursões.

 

Meta 1.3: Realizar 10 oficinas de 0h30min cada para 10 funcionários (as), proprietários (as) e gerentes de bares, boates, festas e saunas com grande presença do público LGBT.

Monitoramento da meta: Não foi realizada.

 

Meta 1.4: Realizar 08 encontros para a população LGBT com duração de 2 horas para 15 pessoas.

Monitoramento da meta: Foram realizados 2 encontros.

 

Meta 1.5: Realizar 2 publicações por mês nas mídias sociais da ONG CASVI, abordando as temáticas referente a população LGBT.

Monitoramento da meta: foram realizadas 7 publicações.

 

Objetivo especifico 2: Trabalhar com adolescentes e jovens a temática da sexualidade, com ações de promoção da saúde e prevenção às IST/AIDS e Hepatites Virais, sensibilizando-os e instrumentalizando-os para serem agentes multiplicadores.

 

Meta 2.1: Realizar 16 encontros, com duração de 1h30 cada, para 30 adolescentes por encontro, em uma escola estadual.

Monitoramento da meta: Foram realizados 3 encontros na “E.E. Professor Benedicto Evangelista da Costa” com alunos dos 1º anos do ensino médio, 1º A e metade do 1º C.

 

Meta 2.2: Realizar 1.920 acessos para adolescentes e jovens, através de 48 incursões, com duração de 2 horas cada, para orientações de prevenção as IST/AIDS e Hepatites Virais e entrega de insumos de prevenção.

Monitoramento da meta: Foram realizados 666 acessos em 23 incursões.

 

Meta 2.3: Realizar 2 publicações por mês nas mídias sociais da ONG CASVI, abordando as temáticas referente a população de adolescentes e jovens.

Monitoramento da meta: foram realizadas 5 publicações.

 

Objetivo específico 3: Inserir a discussão e o planejamento de ações de promoção da saúde e prevenção às IST/AIDS e Hepatites Virais, com enfoque na juvenilização da epidemia de AIDS, para equipes de profissionais da educação (formal e não-formal) e assistência social, que atuem com adolescentes e jovens, respeitando a livre manifestação da sexualidade, orientação sexual e identidade de gênero.

 

Meta 3.1: Realizar 8 encontros para sensibilizar e instrumentalizar 50 profissionais da educação (mediadores de conflito) da Diretoria Regional de Ensino – Região de Piracicaba – em módulos de 3 horas cada.

Monitoramento da meta: Não foi realizado.

 

Meta 3.2: Realizar 7 encontros para sensibilizar e instrumentalizar 25 profissionais da educação (professores) de uma escola estadual em 8 módulos de 1 hora e 30 minutos cada.

Monitoramento da meta: Foram realizados 2 encontros na escola “E.E. Professor Benedicto Evangelista da Costa” para 12 professores.

 

Meta 3.3: Realizar 1 seminário, com duração de 4 horas, para fomentar o debate e a interação de saberes e práticas de 150 profissionais de serviços públicos e instituições que desenvolvem ações nas áreas da educação, saúde, assistência social, esporte e cultura, que tenham como população alvo adolescentes e jovens.

Monitoramento da meta: Programado para o segundo quadrimestre.

 

Meta 3.4 – Realizar 06 encontros de 4 horas para profissionais da Rede de Assistência Social de Piracicaba, sendo 03 encontros para a Proteção Básica e 03 encontros para a Proteção Especial.

Monitoramento da meta: Não foi realizado.

 

Objetivo Especifico 4: Objetivo Especifico 4: Promover e fomentar o comparecimento da população acessada pelo projeto aos serviços de saúde do município (CEDIC, CASAP, UBS, PSF, CRAB e UPA) e ao Plantão de Atendimento da ONG CASVI, assim como a oferta e disponibilização dos insumos de prevenção (preservativos masculinos nas larguras nominais de 49 mm, 52 mm, 55 mm, preservativos femininos e gel lubrificante em tubos e sachês para população LGBT e população de adolescentes e jovens acessados pelo projeto.

 

Meta 4.1: Possibilitar o comparecimento de 90% da população encaminhada ao CEDIC, CASAP, UBS, PSF, CRAB e UPA

Monitoramento da meta: Não foram realizados encaminhamentos neste período.

 

Meta 4.2: Possibilitar o comparecimento de 96 pessoas da população alvo do Projeto no Plantão de Atendimento da ONG CASVI

Monitoramento da meta: Compareceram ao Plantão de Atendimento da ONG Casvi 28 pessoas entre janeiro e abril de 2017.

 

Meta 4.3: Entregar para as pessoas acessadas a quantia de 4.320 unidades de preservativo masculino de 49 mm, 51.840 unidades de preservativo masculino de 52 mm, 4.000 unidades de preservativo masculino de 55 mm, 1500 unidades de preservativo feminino, 960 unidades de gel em tubo e 3.500 unidades de gel em sachê.

Monitoramento da meta: Foram entregues 534 unidades de preservativos de 49 mm, 7.767 unidades de preservativos de 52 mm, 192 unidades de preservativos de 55 mm, 502 unidades de preservativos femininos, 167 tubos de gel e 367 sachês de gel.

 

Meta 4.4: Disponibilizar 51.840 preservativos masculinos de 52 mm, 300 tubos de gel lubrificante e 1.500 sachês de gel lubrificante para bares, sauna, boates e festas GLS.

Monitoramento da meta: Foram entregues 145 unidades de preservativos de 49 mm, 9.131 unidades de preservativos de 52 mm, 37 unidades de preservativos de 55 mm, 103 unidades de preservativos femininos, 11 tubos de gel e 100 sachês de gel.

 

1º QUADRIMESTRE 2017 (JANEIRO À ABRIL)

PROJETO ESQUINA DA NOITE

Objetivo Geral: Contribuir com a minimização das IST, Aids e Hepatites Virais das(os) profissionais do sexo (homens, mulheres cisgênero, transgênero – travestis e transexuais), por meio da redução de sua vulnerabilidade individual, social e institucional, ampliando e garantindo o acesso de qualidade aos serviços da Rede de Saúde.

 

Objetivo Específico 1: Promover a prevenção das IST/HIV/Aids e Hepatites Virais junto a população de profissionais do sexo (homens, mulheres  cisgênero, transgênero – travestis e transexuais), orientando-a quanto aos serviços disponíveis na Rede Pública de Saúde Municipal, aos direitos sexuais e reprodutivos e a estratégia de redução de danos.

Meta 1.1: Realizar 360 acessos as profissionais do sexo mulheres cisgênero que atuam durante o dia, em 24 incursões no ano, com duração de 1 hora e 30 minutos, quinzenalmente, nas casas, hotéis, bares, praças e ruas da região central deste Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 108 acessos com profissionais do sexo mulheres cisgênero, nove acessos à população do entorno, em 15 incursões.

Meta  1.2: Realizar 1056 acessos as travestis e transexuais profissionais do sexo em 108 incursões no ano, com duração de 2 horas, semanalmente nas casas onde residem neste Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 258 acessos com a população de travestis e transexuais profissionais do sexo, em 23 incursões neste quadrimestre.

 

Meta 1.3: Realizar 1155 acessos as profissionais do sexo em 55 incursões no ano, com duração de 3 horas no campo realizado mensalmente nas casas de prostituição e boates de mulheres cisgênero, deste Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 394 acessos com as profissionais do sexo em casas de prostituição, 01 profissional do sexo no entorno, em 56 incursões.

 

Meta 1.4: Realizar 920 acessos as (os) profissionais do sexo (Mulheres Cisgênero, Transgênero – Travestis e Transexuais e Homens) que atuam durante a noite, em 48 incursões no ano, realizado semanalmente em 3 horas, em ruas, bares e hotéis da região central, deste Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 262 acessos à população de profissionais do sexo que atuam durante a noite na área central, e 5 acessos à população do entorno, em 16 incursões.

Meta 1.5: Realizar 720 acessos com população de profissionais do sexo (Mulheres Cisgênero, Transgênero – Travestis e Transexuais) que atuam durante a noite, em 48 incursões no ano, realizado semanalmente em 3 horas, em ruas, bares e hotéis na região norte deste Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 35 acessos as(os) profissionais do sexo e 11 acessos à população do entorno, em 13 incursões.

 

Meta 1.6: Realizar a distribuição de insumos de prevenção para estabelecimentos parceiros (bares, hotéis, pensões e pousadas) que tem a frequência de profissionais do sexo, em 132 incursões no ano, realizado semanalmente com duração de 1 hora.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 132 acessos a estabelecimentos parceiros em 38 incursões.

 

Objetivo Específico 2: Promover, através de grupos junto à população de profissionais do sexo, discussões, atividades de integração e fortalecimento do vínculo entre a respectiva população e os agentes de prevenção. Desta forma, instrumentalizando a população de profissionais do sexo na reivindicação pelos seus direitos enquanto cidadãos. Proporcionando o resgate da autoestima, valores pessoais, atividades diferenciadas, de maneira a trabalhar também a autonomia.

Meta 2.1: Realizar 5 encontros durante o ano para 15 profissionais do sexo mulheres cisgênero que atuam em casas, acessadas pelo projeto, com duração de 2 horas.

Monitoramento da Meta: Não foram realizados encontros nesse período.

 

Meta 2.2: Realizar 12 encontros durante o ano para 25 profissionais do sexo travestis e transexuais, acessadas pelo projeto, com duração de 1h30.

Monitoramento da Meta: Não foram realizados encontros nesse período.

Meta 2.3: Realizar 2 encontros durante o ano para 20 profissionais do sexo (Mulheres Cisgênero, Transgênero – Travestis, Transexuais) que atuam em ruas e não são acessadas em casas de prostituição, com duração de 2 horas.

Monitoramento da Meta: Não foram realizados encontros nesse período.

 

Meta 2.4: Realizar 1 dia de atividade no mês de junho, para dar visibilidade ao dia Internacional da Profissional do Sexo, com duração de 4 horas, para 50 pessoas.

Monitoramento da Meta: A atividade está no planejamento para ser realizada no mês de julho.

 

Objetivo Específico 3: Promover e fomentar o comparecimento da população acessada pelo Projeto aos serviços de saúde do Município e outros serviços de necessidade da população (CRAB Vila Rezende e Vila Sônia, UBS Centro, Jupiá, Pauliceia*, Caxambu e Independência e aos PSF Santa Rita / Avencas, Santa Rosa I, São Francisco e Campestre, CEDIC, Serviço de Saúde Mental, Poupa Tempo e Defensoria Pública) e realizar a distribuição de insumos de prevenção (preservativos masculino de 3 larguras/diâmetros, preservativo feminino e gel lubrificante em tubo e sachê.

 

Meta 3.1: Atingir uma média de 90% de comparecimento da população de profissionais do sexo encaminhados às consultas e/ou tratamentos nos serviços de saúde e outros serviços no ano.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 54 encaminhamentos, não tendo conhecimento quantos foram o comparecimento aos serviços públicos do município. Os encaminhamentos foram feitos para a realização de exames médicos e laboratoriais, ginecologista, dentista nas UBS Centro, UBS Caxambu, UBS Bosque dos Lenheiros, UBS Caxambú, UBS Paulicéia, CEDIC. Também foram feitos encaminhamentos para o Poupatempo Municipal e Estadual com o fim de obter o Cartão SUS e RG com o nome social.

Meta 3.2: Disponibilizar a quantia de 1.440 unidades de preservativo masculino de 49 mm, 238.708 unidades de preservativo masculino de 52 mm, 19.008 unidades de preservativo masculino de 55 mm, 4.620 unidades de preservativo feminino, 4.620 unidades de gel em tubo e 2.640 unidades de gel em sachê.

Monitoramento da Meta: Foram distribuídos 2.624 unidades do preservativo masculino de 49 mm, 48.425 unidades de 52 mm, 4.007 unidades de 55 mm, 1.253 unidades do preservativo feminino, 1.056 unidades de gel tubo e 2.460 unidades de gel sachê.

 

2º QUADRIMESTRE 2017 (MAIO A AGOSTO)

PROJETO VIVENDO A DIVERSIDADE

 

Objetivo Geral: Contribuir para a redução da epidemia das IST/AIDS e Hepatites Virais entre a população de gays, outros HSH (homens que fazem sexo com homens), travestis, transexuais, lésbicas e outras MSM (mulheres que fazem sexo com mulheres); e também adolescentes e jovens, independente da sua orientação sexual e/ou identidade de gênero, proporcionando a redução de sua vulnerabilidade individual, social e institucional e a ampliação e garantia de um acesso de qualidade aos serviços da Rede de Saúde.

 

Objetivo específico 1: Promover a prevenção das IST/AIDS e Hepatites Virais junto às populações de gays, outros HSH, travestis, transexuais, lésbicas e outras MSM, orientando sobre os serviços disponíveis na Rede de Saúde (serviços públicos ou privados da secretaria municipal e/ou estadual de saúde), e também sobre os direitos sexuais e reprodutivos e práticas de redução de danos.

Meta 1.1: Realizar 900 acessos, através de 60 incursões, com duração de 1h30min em ruas, praças, banheiros, parques e avenidas, frequentadas pela população de gays e outros HSH.

Monitoramento da meta: Foram realizados 229 acessos em 17 incursões.

 

Meta 1.2: Realizar 1.200 acessos, através de 24 incursões, com duração de 2h00 em bares, boates e festas com presença do público LGBT.

Monitoramento da meta: Foram realizados 632 acessos em 11 incursões.

 

Meta 1.3: Realizar 10 oficinas de 0h30min cada para 10 funcionários (as), proprietários (as) e gerentes de bares, boates, festas e saunas com grande presença do público LGBT.

Monitoramento da meta: Foi realizado 1 oficina para 1 proprietária de bar.

 

Meta 1.4: Realizar 08 encontros para a população LGBT com duração de 2 horas para 15 pessoas.

Monitoramento da meta: foram realizados 5 encontros para 84 pessoas.

 

Meta 1.5: Realizar 2 publicações por mês nas mídias sociais da ONG CASVI, abordando as temáticas referente a população LGBT.

Monitoramento da meta: foram realizadas 5 publicações com alcance para 3.515 pessoas.

 

Objetivo especifico 2: Trabalhar com adolescentes e jovens a temática da sexualidade, com ações de promoção da saúde e prevenção às IST/AIDS e Hepatites Virais, sensibilizando-os e instrumentalizando-os para serem agentes multiplicadores.

 

Meta 2.1: Realizar 16 encontros, com duração de 1h30 cada, para 30 adolescentes por encontro, em uma escola estadual.

Monitoramento da meta: Foram realizados 5 encontros com alunos das 3 turmas do ensino médio da escola “E.E. Benedicto Evangelista Costa” . Ao total participaram 120 alunos.

 

Meta 2.2: Realizar 1.920 acessos para adolescentes e jovens, através de 48 incursões, com duração de 2 horas cada, para orientações de prevenção as IST/AIDS e Hepatites Virais e entrega de insumos de prevenção.

Monitoramento da meta: Foram realizados 523 acessos em 24 incursões.

 

Meta 2.3: Realizar 2 publicações por mês nas mídias sociais da ONG CASVI, abordando as temáticas referente a população de adolescentes e jovens.

Monitoramento da meta: foram realizadas 7 publicações com alcance para 1.485 pessoas.

 

Objetivo específico 3: Inserir a discussão e o planejamento de ações de promoção da saúde e prevenção às IST/AIDS e Hepatites Virais, com enfoque na juvenilização da epidemia de AIDS, para equipes de profissionais da educação (formal e não-formal) e assistência social, que atuem com adolescentes e jovens, respeitando a livre manifestação da sexualidade, orientação sexual e identidade de gênero.

 

Meta 3.1: Realizar 8 encontros para sensibilizar e instrumentalizar 50 profissionais da educação (mediadores de conflito) da Diretoria Regional de Ensino – Região de Piracicaba – em módulos de 3 horas cada.

Monitoramento da meta: Não foi realizado.

 

Meta 3.2: Realizar 8 encontros para sensibilizar e instrumentalizar 10 profissionais da educação ( professores) de uma escola estadual em 8 módulos de 1 hora e 30 minutos cada. Esta meta foi revista com o Programa Municipal de DST e Aids incluiu mais uma escola nas atividades

Monitoramento da meta: Foram realizados 4 encontros na escola “E.E. Professor Benedicto Evangelista da Costa” e 3 encontros na “E.E. Dr. João Sampaio”.

 

Meta 3.3: Realizar 1 seminário, com duração de 4 horas, para fomentar o debate e a interação de saberes e práticas de 150 profissionais de serviços públicos e instituições que desenvolvem ações nas áreas da educação, saúde, assistência social, esporte e cultura, que tenham como população alvo adolescentes e jovens.

Monitoramento da meta: Agendado para outubro

 

Meta 3.4 – Realizar 06 encontros de 4 horas para profissionais da Rede de Assistência Social de Piracicaba, sendo 03 encontros para a Proteção Básica e 03 encontros para a Proteção Especial.

Monitoramento da meta: Foram realizados 3 encontros com a equipe técnica do SEAME e agendados mais 2 encontros para o mês de setembro.

 

Objetivo Especifico 4: Objetivo Especifico 4: Promover e fomentar o comparecimento da população acessada pelo projeto aos serviços de saúde do município (CEDIC, CASAP, UBS, PSF, CRAB e UPA) e ao Plantão de Atendimento da ONG CASVI, assim como a oferta e disponibilização dos insumos de prevenção (preservativos masculinos nas larguras nominais de 49 mm, 52 mm, 55 mm, preservativos femininos e gel lubrificante em tubos e sachês para população LGBT e população de adolescentes e jovens acessados pelo projeto.

 

Meta 4.1: Possibilitar o comparecimento de 90% da população encaminhada ao CEDIC, CASAP, UBS, PSF, CRAB e UPA

Monitoramento da meta: Não foram realizados encaminhamentos neste período.

 

Meta 4.2: Possibilitar o comparecimento de 96 pessoas da população alvo do Projeto no Plantão de Atendimento da ONG CASVI.

Monitoramento da meta: Foram atendidas 81 pessoas no plantão.

 

Meta 4.3: Entregar para as pessoas acessadas a quantia de 4.320 unidades de preservativo masculino de 49 mm, 51.840 unidades de preservativo masculino de 52 mm, 4.000 unidades de preservativo masculino de 55 mm, 1500 unidades de preservativo feminino, 960 unidades de gel em tubo e 3.500 unidades de gel em sachê.

Monitoramento da meta: Foram entregues 160 unidades de preservativos de 49 mm, 6.128 unidades de preservativos de 52 mm, 241 unidades de preservativos de 55 mm, 548 unidades de preservativos femininos, 169 tubos de gel e 522 sachês de gel.

 

Meta 4.4: Disponibilizar 51.840 preservativos masculinos de 52 mm, 300 tubos de gel lubrificante e 1.500 sachês de gel lubrificante para bares, sauna, boates e festas GLS.

Monitoramento da meta: Foram disponibilizados 80 unidades de preservativos de 49 mm, 7.815 unidades de preservativos de 52 mm, 100 unidades de preservativos de 55 mm, 162 unidades de preservativos femininos, 8 tubos de gel e 240 sachês de gel.

 

2º QUADRIMESTRE 2017 (MAIO À AGOSTO)

PROJETO ESQUINA DA NOITE

 

Objetivo Geral: Contribuir com a minimização das IST’s, Aids e Hepatites Virais das(os) profissionais do sexo (homens, mulheres cisgênero, transgênero – travestis e transexuais), por meio da redução de sua vulnerabilidade individual, social e institucional, ampliando e garantindo o acesso de qualidade aos serviços da Rede de Saúde.

 

Objetivo Específico 1: Promover a prevenção das IST/HIV/Aids e Hepatites virais junto a população de profissionais do sexo (homens, mulheres  cisgênero, transgênero – travestis e transexuais), orientando-a quanto aos serviços disponíveis na Rede Pública de Saúde Municipal, aos direitos sexuais e reprodutivos e a estratégia de redução de danos.

 

Meta 1.1: Realizar 360 acessos as profissionais do sexo mulheres cisgênero que atuam durante o dia, em 24 incursões no ano, com duração de 1 hora e 30 minutos, quinzenalmente, nas casas, hotéis, bares, praças e ruas da região central deste Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 93 acessos com profissionais do sexo mulheres cisgênero, 9 acessos à população do entorno, em 18 incursões.

 

Meta  1.2: Realizar 1056 acessos as/os travestis e transexuais profissionais do sexo em 108 incursões no ano, com duração de 2 horas, semanalmente nas casas onde residem neste Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 379 acessos com a população de travestis e transexuais profissionais do sexo, em 23 incursões neste quadrimestre.

 

Meta 1.3: Realizar 1155 acessos as profissionais do sexo em 55 incursões no ano, com duração de 3 horas no campo realizado mensalmente nas casas de prostituição e boates de mulheres cisgênero, deste Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 246 acessos com as profissionais do sexo em casas de prostituição, em 25 incursões.

 

Meta 1.4: Realizar 920 acessos as (os) profissionais do sexo (Mulheres Cisgênero, Transgênero – Travestis e Transexuais e Homens) que atuam durante a noite, em 48 incursões no ano, realizado semanalmente em 3 horas, em ruas, bares e hotéis da região central, deste Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 186 acessos à população de profissionais do sexo que atuam durante a noite na área central, e 1 acesso à população do entorno, em 16 incursões.

 

Meta 1.5: Realizar 720 acessos com população de profissionais do sexo (Mulheres Cisgênero, Transgênero – Travestis e Transexuais) que atuam durante a noite, em 48 incursões no ano, realizado semanalmente em 3 horas, em ruas, bares e hotéis na região norte deste Município.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 25 acessos as(os) profissionais do sexo e 10 acessos à população do entorno, em 10 incursões.

 

Meta 1.6: Realizar a distribuição de insumos de prevenção para estabelecimentos parceiros (bares, hotéis, pensões e pousadas) que tem a frequência de profissionais do sexo, em 132 incursões no ano, realizado semanalmente com duração de 1 hora.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 169 acessos a estabelecimentos parceiros em 28 incursões.

 

Objetivo Específico 2: Promover, através de grupos junto à população de profissionais do sexo, discussões, atividades de integração e fortalecimento do vínculo entre a respectiva população e os agentes de prevenção. Desta forma, instrumentalizando a população de profissionais do sexo na reivindicação pelos seus direitos enquanto cidadãos. Proporcionando o resgate da autoestima, valores pessoais, atividades diferenciadas, de maneira a trabalhar também a autonomia.

 

Meta 2.1: Realizar 5 encontros durante o ano para 15 profissionais do sexo mulheres cisgênero que atuam em casas, acessadas pelo projeto, com duração de 2 horas.

Monitoramento da Meta: Não foram realizados encontros nesse período.

 

Meta 2.2: Realizar 12 encontros durante o ano para 25 profissionais do sexo travestis e transexuais, acessadas pelo projeto, com duração de 1h30.

Monitoramento da Meta: Foi realizado 1 encontro para 22 profissionais do sexo travestis e transexuais.

 

Meta 2.3: Realizar 2 encontros durante o ano para 20 profissionais do sexo (Mulheres Cisgênero, Transgênero – Travestis, Transexuais) que atuam em ruas e não são acessadas em casas de prostituição, com duração de 2 horas.

Monitoramento da Meta: Não foram realizados encontros nesse período.

 

Meta 2.4: Realizar 1 dia de atividade no mês de junho, para dar visibilidade ao dia Internacional da Profissional do Sexo, com duração de 4 horas, para 50 pessoas.

Monitoramento da Meta: A atividade está no planejamento para ser realizada no mês de julho.

 

Objetivo Específico 3: Promover e fomentar o comparecimento da população acessada pelo Projeto aos serviços de saúde do Município e outros serviços de necessidade da população (CRAB Vila Rezende e Vila Sônia, UBS Centro, Jupiá, Pauliceia*, Caxambu e Independência e aos PSF Santa Rita / Avencas, Santa Rosa I, São Francisco e Campestre, CEDIC, Serviço de Saúde Mental, Poupa Tempo e Defensoria Pública) e realizar a distribuição de insumos de prevenção (preservativos masculino de 3 larguras/diâmetros, preservativo feminino e gel lubrificante em tubo e sachê.

 

Meta 3.1: Atingir uma média de 90% de comparecimento da população de profissionais do sexo encaminhados às consultas e/ou tratamentos nos serviços de saúde e outros serviços no ano.

Monitoramento da Meta: Foram realizados 37 encaminhamentos, não tendo conhecimento quantos foram o comparecimento aos serviços públicos do município. Os encaminhamentos foram feitos para a realização de exames médicos e laboratoriais, ginecologista, dentista nas UBS Centro, UBS Caxambu, UBS Bosque dos Lenheiros, UBS Caxambú, UBS Paulicéia, CEDIC. Também foram feitos encaminhamentos para o Poupatempo Municipal e Estadual com o fim de obter o Cartão SUS e RG com o nome social.

 

Meta 3.2: Disponibilizar a quantia de 1.440 unidades de preservativo masculino de 49 mm, 238.708 unidades de preservativo masculino de 52 mm, 19.008 unidades de preservativo masculino de 55 mm, 4.620 unidades de preservativo feminino, 4.620 unidades de gel em tubo e 2.640 unidades de gel em sachê.

Monitoramento da Meta: Foram distribuídas 2.841 unidades do preservativo masculino de 49 mm, 47.638 unidades de 52 mm, 5.379 unidades de 55 mm, 987 unidades do preservativo feminino, 1.076 unidades de gel tubo e 2.590 unidades de gel sachê.

 

SETEMBRO DE 2017

PROJETO VIVENDO A DIVERSIDADE

 

Meta 1.1

Monitoramento da meta: 62 acessos em 6 incursões

 

Meta 1.2

Monitoramento da meta: 294 acessos em 2 incursões

 

Meta 1.3

Monitoramento da meta: Não foram realizadas oficinas

 

Meta 1.4

Monitoramento da meta: 1 encontro com 9 participantes

 

Meta 1.5

Monitoramento da meta: 2 publicações com alcance de 2.473 pessoas

 

Meta 2.1

Monitoramento da meta: 2 encontros para 32 alunos

 

Meta 2.2

Monitoramento da meta: 140 acessos em 4 incursões

 

Meta 2.3

Monitoramento da meta: 2 publicações com alcance de 951 pessoas

 

Meta 3.1

Monitoramento da meta: 0 encontros

 

Meta 3.2

Monitoramento da meta: 3 encontros com 27 professores

 

Meta 3.3

Monitoramento da meta: Programado para outubro

 

Meta 3.4

Monitoramento da meta: 2 encontros com 24 profissionais

 

Meta 4.1

Monitoramento da meta:

 

Meta 4.2

Monitoramento da meta: 10 acessos

 

Meta 4.3

Monitoramento da meta: 54 unidades de preservativos de 49mm, 2.526 unidades de preservativos de 52mm, 46 unidades de preservativos de 55mm, 188 unidades de preservativos femininos, 36 tubos de gel e 64 saches de gel.

 

Meta 4.4

Monitoramento da meta: 20 unidades de preservativos de 49mm, 1.296 unidades de preservativos de 52mm, 40 unidades de preservativos de 55mm e 40 unidades de gel sache.

 

SETEMBRO DE 2017

PROJETO ESQUINA DA NOITE     

 

Meta 1.1            

Monitoramento da meta: 79 acessos em 5 incursões.

 

Meta 1.2

 

Monitoramento da meta: 100 acessos em 5 incursões.

 

Meta 1.3

 

Monitoramento da meta: 49 acessos em 8 incursões.

 

Meta 1.4

 

Monitoramento da meta: 66 acessos em 5 incursões.

 

Meta 1.5

 

Monitoramento da meta: 2 acessos em 1 incursão.

 

Meta 1.6

 

Monitoramento da meta: 45 em 8 incursões.

 

Meta 2.1

Monitoramento da meta: 0 encontros.

 

Meta 2.2

 

Monitoramento da meta: 1 encontro.

 

Meta 2.3

 

Monitoramento da meta: 0 encontros.

 

Meta 2.4

Monitoramento da meta: 0 encontros.

 

Meta 3.1

Monitoramento da meta: 7 comparecimentos.

 

Meta 3.2

Monitoramento da meta: 7155 preservativos masculinos, 63 preservativos femininos, 134 gélis lubrificante tubo e 200 gélis lubrificante sachê.